"Não está mais aqui quem falou", de Noemi Jaffe

vídeo
fechar

"Não está mais aqui quem falou", de Noemi Jaffe

fechar

Elidia Novaes lê um trecho do livro "Não está mais aqui quem falou"

vídeo
fechar

Elidia Novaes lê um trecho do livro "Não está mais aqui quem falou"

fechar
fechar

Só associa censo à censura quem tem segundas ou más intenções

fechar

Não está mais aqui quem falou

Eu aprendi que qualquer coisa pode se transformar numa história interminável e in nita. A palavra tigre contém o conhecimento de um tigre, de todos os tigres, dos mamíferos, de sua história no planeta, do capim que eles comeram, dos insetos que comeram o capim...

livro
2017
fechar

Não está mais aqui quem falou

read in
english

Eu aprendi que qualquer coisa pode se transformar numa história interminável e in nita. A palavra tigre contém o conhecimento de um tigre, de todos os tigres, dos mamíferos, de sua história no planeta, do capim que eles comeram, dos insetos que comeram o capim

— da ideia de eternidade contida nos insetos, por oposição à ideia de tempo, propriedade dos mamíferos. 

livro
fechar

flip 2017 - Em nome da mãe

Noemi Jaffe e Scholastique Mukasonga

Histórias de guerras e de sobrevivência, de invenções e reconstruções artísticas a partir do ponto de vista feminino, no encontro entre uma brasileira filha de uma sobrevivente de Auschwitz e de uma ruandesa tutsi que...

livro
2017
fechar

Noemi Jaffe e Scholastique Mukasonga

Histórias de guerras e de sobrevivência, de invenções e reconstruções artísticas a partir do ponto de vista feminino, no encontro entre uma brasileira filha de uma sobrevivente de Auschwitz e de uma ruandesa tutsi que perdeu a família no genocídio e é influenciada pela literatura do holocausto.

Mediação: Anabela Mota Ribeiro

flip 2017 - Em nome da mãe

read in
english

Noemi Jaffe e Scholastique Mukasonga

Histórias de guerras e de sobrevivência, de invenções e reconstruções artísticas a partir do ponto de vista feminino, no encontro entre uma brasileira filha de uma sobrevivente de Auschwitz e de uma ruandesa tutsi que perdeu a família no genocídio e é influenciada pela literatura do holocausto.

Mediação: Anabela Mota Ribeiro

fechar
fechar

‘Literatura está bem, mas falta diversidade e risco’

fechar

D

desenho
fechar

D

fechar
fechar

Instantâneos de poeta não poupam ninguém em 'Treme Ainda'

fechar

Írisz: as orquídeas | Írisz: the orchids

Finalista do 9o Prêmio São Paulo de Literatura e também do Prêmio Oceanos 2016.

http://www1.folha....

livro
2016
fechar

Finalista do 9o Prêmio São Paulo de Literatura e também do Prêmio Oceanos 2016.

fechar